Páginas

15 de set de 2010

Old lady


Outro dia eu estava na praça de alimentação do shopping e vi uma moça, bem arrumada e sorridente, com uma pasta bem gorda nos braços e uma sacola, seguida de perto por um casal de mãos dadas. Pensei imediatamente: "organizadora de casamento". Os três sentaram-se em uma mesa e da pasta e da sacola começaram a sair álbuns e amostras de convites e outros itens. Eu estava certa.

Eu chamaria isso de "treinamento Miss Marple".

O Poirot chama muito a atenção, né? Todo aquele ego e tudo mais, e os detetives são atraentes, montando seus quebra-cabeças enquanto todos os outros estão no escuro. Confesso que sou apaixonada por eles. Holmes, Poirot.

Mas ela... Ela é uma de nós! Nós, que ficamos lendo histórias de detetives e nos tornamos observadoras da vida real e das pessoas, todas nós guardamos dentro de nós uma Miss Marple a tomar chá e conversar sobre as pessoas. Puro interesse no ser humano, nos padrões de comportamento, no que se repete, no que se pode prever. Atenta aos pequenos sinais que indicam quem é quem, qual o papel de cada um no quadro geral de uma casa, de uma família, de um grupo humano onde quer que esteja. Não se engane, os papéis sempre são distribuídos, e as pessoas tendem a agir de acordo com eles.

Jane Marple age por instinto e vocação, não por profissão nem por recompensa. E sua posição neutra e
inofensiva é o segredo de sua eficácia. Ela chega onde nenhum Poirot chegaria. Bom, é incomparável, de fato. Ele usa as células cinzentas, ela usa "people skills". Ele não excede muito nesse campo, né?

Meu caso favorito de Miss Marple até hoje, e um de meus livros favoritos da Agatha, é "Convite para um Homicídio". Geralmente o caso me conquista quando eu o resolvo, e esse eu meio que resolvi, mas muito mal e porcamente. Eu já tava sacando que tinha que ser aquela pessoa, mas não sabia nem como nem porquê.

Spoiler em branco aqui embaixo:


Eu cheguei a CORRIGIR a lápis na minha edição quando a Bunny chama Letty de "Lotty", achando que era um erro de revisão. Tolinha. Na segunda vez que fui corrigir, parei. Peraí, o mesmo erro, duas vezes?..




-Livre de spoiler daqui pra frente!-


Sutileza, as versões tão semelhantes, as contradições de cada testemunho são tão pequenas, mas é nelas que está o diabo. Nos detalhes.

É isso que mais amo em Jane Marple. O que ela permite que eu empreste. O que há dela em mim. Aguardem. Um dia hei de dar à luz minha própria Miss Marple...



Mais Agatha hoje em...



Clique aqui para aprender a fazer o famoso bolo Delicious Death da louca da Mitzi.

11 de set de 2010

Por que o 11 de setembro é inesquecível

"Para a maioria dos americanos, a guerra é uma atividade abstrata e teórica. Eles fazem a guerra, e muito bem, tanto que estão prestes a vencê-la, mas não a sofreram na carne. Não viram suas filhas serem levadas aos milhares, não assistiram ao fuzilamento de reféns, à prisão de suas mulheres, à destruição de seus lares nem ao saque de suas casas. Sabem direitinho que tudo isso aconteceu, mas foi com os outros..."
Agnès Humbert, Resistência (Notre Guerre), 1945-1946

O diário e o testemunho de Agnès Humbert durante a ocupação da França são um dos documentos mais importantes desse período. Agnès trabalhou no jornal Résistance e foi presa. Fez trabalhos forçados na Alemanha até a chegada de soldados americanos.

Os americanos participaram da maior parte das guerras dos últimos cem anos. Mas nenhuma delas se desenrolou dentro de suas fronteiras. Por essa razão, o ataque fulminante de um único dia teve tanta repercussão.

Sei que não é uma competição de sofrimento, né? Mas eu acho o 8 de maio e o 11 de novembro mais significativos...

8 de set de 2010

Maquiagem Pivoine L'Occitane

Eu estava louca pra conhecer a maquiagem da L'Occitane! Sabia que chegaria às lojas no Brasil em setembro, e hoje fui dar um perdido na minha adorada lojinha da Braz de Aguiar, e logo dei de cara com a nova linha Pivoine, ou Peônia, uma flor linda e de perfume delicioso que serve de base para a maquiagem da L'Occitane.

Comprei o batom Surprise Scintillante, que tem uma cor muito leve, bem cor-de-boca mesmo.

Rouge à Lèvres Surprise Scintillante
Rouge à Lèvres Surprise Scintillante

Lá na loja tinha quatro opções de batom e quatro de gloss, e tem um gloss incrível, que pode ser usado também como rouge, não é demais?? O vendedor, muito educado e atencioso (sempre sou super bem-atendida lá!), me disse que as sombras também são excelentes, mas como eu não uso sombra em pó, só cremosas (e olhe lá, porque quase não uso maquiagem), fiquei só no batom mesmo.

Fard à Paupières L'Espérance
Fard à Paupières L'Espérance

Ainda na linha Pivoine, o Baume de Paeon é um bálsamo para os lábios, que vem na forma de líquido, como um gloss.

Baume de Paeon, pour les lèvres
Baume de Paeon, pour les lèvres

Só não fiquei interessada porque eu já fui atrás do protetor labial de Karité, no formato clássico de batom, e o Baume de Paeon parece meu gloss de rosas, só que sem corzinha.

Ainda na linha Pivoine, não pude resistir ao Eau de toilette Roll-on! Dá pra levar na bolsa, e o perfume é delicioso, meio cítrico, meio amadeirado, só experimentando mesmo!

Eau de toilette Intense Roll-On Paeonia
Eau de toilette Intense Roll-On Paeonia

A versão Roll-On é um pouco mais intensa que a da embalagem comum, tá?

Eau de toilette Paeonia
Eau de toilette Paeonia
Não sei por que, mas eu tenho um fascínio por perfumes diferentes, em embalagens de bolsa, perfumes sólidos ou cremosos. Quase nunca compro perfumes líquidos, e como uso pouco, funciona bem pra mim. Ainda tenho meu Touche Bonne Humeur Lavande de muitas coleções passadas, e anda na minha bolsa. :)

Aliás, a inexorável linha de Lavanda... Passei rapidamente a mão num Crème Relax Pieds antes de desvanecesse no ar! Tantas vezes eu já tinha ido nessa e em outras lojas da L'Occitane sem encontrar esse creme, e enfim ele voltou às prateleiras! Um já é meu!

Crème Relax Pieds Lavande A.O.C.
Crème Relax Pieds Lavande A.O.C.
[sabe por que A.O.C.? Ça veut dire "Appellation d'Origine Controlée", ou seja, não é qualquer lavanda não, é A lavanda da Provence, meus filhos, o filme que deu origem à série, aquele felpudo tapete lilás que cobre os campos provençais feito imagem de sonho...]

E fechando o ato com mais dois petits savons essenciais (Karité Lait e Rose de Quatre Reines), assim fiz feliz minha tarde com mais uma visita deliciosa à L'Occitane. :)

L'Occitane Braz de Aguiar, entre Dr. Morais e Serzedelo
L'Occitane Braz de Aguiar, entre Dr. Morais e Serzedelo

p.s.: Post simultâneo no Club Jean Briant de Français.